CRESCE NÚMERO DE GRANDES OPERAÇÕES NO CEARÁ

Ações com grande efetivo policial aumentam, após crescimento nos índices de criminalidade do Estado

Diante do aumento dos números da criminalidade do Ceará, cresce também a quantidade de grandes operações policias no Estado. Na manhã de ontem, 13 pessoas foram presas em flagrante no município de Senador Pompeu, distante 275 quilômetros de Fortaleza, em ação contra o tráfico de drogas. Ao todo, 130 profissionais de Segurança Pública participaram da ação. Só neste mês, operações com contingente semelhante ocorreram em Cascavel, com a prisão de 20 suspeitos, e em Jaguaruana, com a prisão de três pessoas e cumprimento de 17 mandados.

De acordo com dados de junho deste ano, foram 474 mortes violentas no Estado, 91% a mais que o mesmo período do ano passado. O titular da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), André Costa, reconhece o aumento no número de grandes operações e afirma que há uma orientação de reforço do trabalho da Polícia Civil do Estado e do cumprimento de mandados.

“Estamos trazendo uma formatação que vem da Polícia Federal, que são as operações em que se faz todo o levantamento e trabalho de investigação e de inteligência policial para obtenção de mandados judiciais, tanto de busca e apreensão, como de prisões”, explica a estratégia.

A maioria das operações tem como objetivo o combate ao tráfico de drogas no Estado. Outras ações semelhantes aconteceram em maio, no município de Aquiraz, com 250 agentes; em março, na Barra do Ceará, com a mesma quantidade de policiais; e em fevereiro, em Caucaia, com 220 pessoas no efetivo.

Senador Pompeu

Ontem, em Senador Pompeu, agentes de segurança entre policiais civis, militares, bombeiros e peritos, cumpriram 30 mandados de busca e apreensão e 13 prisões em flagrante. Armas, munições, coletes à prova de bala e drogas foram apreendidos na ação.

A investigação que resultou nesta operação ocorria há cerca de dois meses, como explica o titular da Delegacia de Senador Pompeu, William Lopes. “O setor de Inteligência tinha todo o mapeamento deles, em área apelidada de ‘Faixa de Gaza’ devido à guerra entre facções. Os mandados foram expedidos com base nos indícios de tráfico e porte ilegal de armas”, afirma.

Os policiais apreenderam quatro armas, 34 munições, dois carregadores de pistola 380, três coletes, 72 trouxinhas de cocaína, 81 trouxinhas de crack, 55 trouxinhas de maconha, um tijolo com 500g de maconha, uma balança de precisão, 31 maços de cigarros contrabandeados, dez aparelhos celulares, oito animais silvestres, aparelhos de TV e R$ 30 mil em espécie. (colaborou Amanda Araújo)

Fonte: O Povo / Eduarda Talicy

Postado por Ibiapaba 24 horas